Mês da Mulher é encerrado com atividades de bordado, música e dança inclusiva


Publicado em : 06/04/2021 | por Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio | Atualizado em: 07/04/2021



Ações destacaram a cultura e a valorização dos direitos femininos.

O mês de março foi inteiramente dedicado à mulher no Sesc Sergipe, contemplando a temática “As Cores de Frida Kahlo”. Atividades culturais, musicais e de artesanato foram dedicadas ao público feminino em ações presenciais e on-line.

Bordados feitos pelas alunas deram um efeito especial ao encerramento das atividades

O encerramento das homenagens às mulheres aconteceu no último dia do mês no Sesc Socorro com uma apresentação de dança inclusiva, exposição dos bordados feitos pelas alunas e um recital de violino.

Espetáculos

Os trabalhos feitos pelas alunas da instrutora Renise Cardoso ficaram lindos

A programação do encerramento teve início com a mostra dos bordados, que foram feitos na oficina realizada ao longo do mês pela instrutora Renise Cardoso. “Realizamos oficina de bordado livre, que trabalhamos o mês de março todo com o tema voltado a mulher e aí estamos com a Frida Kahlo em destaque por ser uma mulher batalhadora com uma bela história”, conta, lembrando que os trabalhos feitos pelas alunas mostravam justamente caricaturas em cima da artista mexicana. “Mudamos um pouco a abordagem neste último dia do mês da mulher e, em vez da sala de aula, as alunas fizeram a aula no espaço aberto, para mostrar a produção e os bordados feitos”, completa.

Rita Basílio e Cristina Santos fizeram uma apresentação sob o ritmo da música latina

A referência a Frida também veio na forma de dança, onde a instrutora dos cursos de dança, Rita Basílio, juntamente com a intérprete de dança Cristina Santos fizeram uma apresentação sob o ritmo da música latina, que enalteceu a inclusão.

A intérprete da dança Cristina Santos foi convidada para esse momento especial. Ela é consultora de turismo e acessibilidade e vice-campeã brasileira de dança esportiva em cadeira de rodas e tem deficiência física em decorrência de poliomielite. A artista mexicana também tinha uma deficiência em um membro inferior.

Música Latina no violino

Gledson Souza realizou um recital de violino que trouxe claras referências às mulheres e à cultura latina

Completando as apresentações, o instrutor Gledson Souza realizou um recital de violino que trouxe claras referências às mulheres e à cultura latina onde Frida se insere. “Tive 3 dias para aprontar esse evento e me senti na obrigação e na oportunidade de participar de uma grande homenagem à Frida, grande pintora e um símbolo para a alma feminina”, lembra.

O violinista ressalta ainda que o repertório foi especialmente selecionado para a ocasião: “escolhi músicas da cultura mexicana e latina como a cantora Thalia, Despacito e Luis Miguel, procurando enfatizar a originalidade e o contexto social que Frida representava”.

Tags: , ,
Autor : Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio
Categorias : Notícias