Em meio à quarentena, programa Mesa Brasil Sesc doa quatro toneladas de alimentos a asilos de Aracaju


Publicado em : 25/03/2020 | por Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio | Atualizado em: 09/04/2020



Doação garante alimentação aos idosos por cerca de 20 dias

Texto: Pedro Ivo Faro

Numa ação de cuidado ao próximo, compreendendo a dificuldade de alimentação dos asilos de Aracaju, o programa Mesa Brasil Sesc do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, realizou a doação de 4 toneladas de alimentos a dois asilos da capital sergipana: o Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição (Same) e o Asilo Rio Branco. Em cada instituição, duas toneladas de alimentos foram doadas de maneira a ajudar durante o isolamento social determinado pelos órgãos públicos e municipais como medida de prevenção ao Coronavírus.

Para o diretor-presidente do Same, Antônio Costa Almeida, a doação chegou na melhor hora possível. “A doação que chega num momento muito importante para a instituição, já que desde que foram implantadas as medidas de isolamento social estávamos em um processo de desabastecimento que estava nos preocupando. (A doação) chega numa boa hora, e atenderá nossas necessidades em alimentação”, diz. Atualmente, o Same tem 60 idosos que vivem na instituição em regime asilar. “Provemos a eles toda a assistência necessária em tempo integral”, reforça o diretor, que diz ainda que “durante um prazo de 15 a 20 dias estaremos bem-supridos com estes alimentos”.

Compromisso
Para o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, “nesse período de isolamento, não podemos deixar de cumprir nossa missão social em ajudar as pessoas. Tomamos as medidas necessárias para proteção da nossa equipe e esterilizamos os alimentos nas embalagens para poder levar aos dois asilos. São duas toneladas de alimentos para cada asilo, pois sabemos que eles teriam a dificuldade de abastecimento, até porque nesse momento poucos estão doando por causa da quarentena. Então, o nosso papel é ajudar esses idosos, que são o maior grupo de risco da pandemia, levando duas toneladas para cada asilo, garantindo que não falte alimento para essas pessoas”.

Tags:
Autor : Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio
Categorias : Atividades Assistência, Notícias, Notícias Assistência