Psicólogo do Sesc destaca a importância de falar sobre a saúde mental


Publicado em : 22/01/2021 | por Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio | Atualizado em: 22/01/2021



Ações do ‘Janeiro Branco’ ajudam a identificar dificuldades.

Janeiro tradicionalmente é tempo de refletir as ações do ano anterior e planejar sonhos para o novo ciclo que se inicia. Por causa disso, esse é o mês escolhido para lembrar dos cuidados com a saúde mental e emocional – o Janeiro Branco.

“É uma campanha com o objetivo de fazer com que as pessoas falem mais sobre a sua saúde mental, os seus sentimentos e a sua subjetividade. Atualmente existe uma grande prevalência de doenças mentais na nossa sociedade: depressão, ansiedade e stress. Falar sobre essas doenças faz com que as pessoas desenvolvam o conhecimento e estratégias de enfrentamento do dia a dia, da sua rotina”, destacou o psicólogo da Escola Sesc, David Lima Ferreira.

É uma campanha com o objetivo de fazer com que as pessoas falem mais sobre a sua saúde mental, diz David

A campanha nacional estimula as pessoas a conversarem sobre as emoções, pois isso ajuda a desmistificar os tabus sobre os problemas emocionais. “As pessoas têm um pouco de vergonha em procurar um psicólogo ou um psiquiatra. Então é importante que a gente consiga falar de uma forma natural sobre essas questões tão sérias que nos afligem. Ao falar sobre essas doenças a gente pratica empatia porque as pessoas podem estar passando por alguma situação e, ao falarmos sobre essas doenças, ela pode se identificar e buscar em você alguma ajuda”, enfatizou David Ferreira.

O psicólogo reforçou ainda que em tempos de distanciamento social é indispensável ficar atento a sinais de algum problema com familiares e amigos. “Caso você perceba alguma necessidade especial e não consiga dar suporte a essa pessoa, busque um profissional psicólogo ou psiquiatra que são capacitados a lidarem com essa demanda”, disse. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza, mas de força de vontade para superar as dificuldades.

Tags: ,
Autor : Núcleo de Comunicação e Marketing Fecomércio/Sesc/Senac | Agência Comércio
Categorias : Notícias