Cine Sesc apresenta obras de terror giallo italiano


Publicado em : 30/07/2019 | por Agência Comércio de Notícias | Agência Comércio | Atualizado em: 12/08/2019



Entre os dias 31 de julho e 03 de agosto, a sala de cinema do Sesc Centro exibirá sessões de filmes dos maiores quatro diretores do gênero de cinegrafia “terror giallo”, uma vertente cinematográfica altamente popular na Europa, com características marcantes da reflexão da imagem no mundo contemporâneo. O gênero de filmes de terror exige do espectador uma atenção mais detalhista para a qualidade da imagem em cenas de violência.

Confira a programação >>

A relativização social da imagem mostrando os acontecimentos na Itália dos anos 60 e 80, período em que o país fora marcado pelo alto número de assassinatos por armas de fogo, diante do extremismo das ideias de correntes políticas de esquerda e direita, são o principal mote do cinema giallo italiano e o Sesc Sergipe exibirá filmes dos diretores considerados os maiores ícones do gênero. A mostra contemplará os diretores Mario Bava, Dario Argento, Lucio Fulci e Sergio Martino, com seus olhares únicos e marcantes para as produções de grande sucesso internacional. Os longas-metragens apresentam histórias arrepiantes com base no que era vivido na época na Itália, ou adaptações de obras de grandes escritores, como Edgar Allan Poe. Um dos filmes conta com a atuação da atriz brasileira Florinda Bolkan.

Os filmes que serão exibidos são “Seis mulheres para o assassino”, de Mario Bava – Isabella, uma jovem modelo, é assassinada por uma misteriosa figura mascarada numa casa de moda, pertencente à Condessa Cristiana. Quando o namorado de Isabella se torna suspeito do assassinato, o diário da vítima, contendo informações que relacionem a jovem ao assassino, desaparece. O mascarado passa então a matar todas as modelos da casa para encontrar o diário; “Tenebre”, de Dario Argento – Escritor chega à cidade de Roma para promover seu último livro, Tenebrae, mas descobre que alguém está usando seus romances como inspiração para cometer assassinatos. Logo, ele se vê envolvido nos crimes e passa a tentar descobrir o provável assassino; “No quarto escuro de satã”, de Sergio Martino – Assassinatos misteriosos ocorrem num vilarejo lançando suspeitas sobre um escritor decadente e sua esposa. Adaptação livre do célebre conto “O Gato Preto”, de Edgar Allan Poe; e “Uma lagartixa num corpo de mulher”, de Lucio Fulci – Mulher é acusada de ter matado sua vizinha, após ter sonhado com o assassinato. Giallo psicodélico e onírico do mestre Lucio Fulci com atuação da brasileira Florinda Bolkan. As obras foram produzidas entre os anos de 1964 e 1982.

As exibições têm a recomendação de público para pessoas maiores de 18 anos, devido à temática abordada.


Autor : Agência Comércio de Notícias | Agência Comércio
Categorias : Notícias, Notícias Cultura